Cirurgia Torácica

A Cirurgia Torácica é a especialidade médica que trata das doenças da cavidade torácica passíveis de abordagem cirúrgica, incluindo pulmões, pleuras, traquéia, mediastino e parede torácica. Esta abordagem pode acontecer via cirurgia convencional ou minimamente invasiva (video-assistida / robótica), ou ainda por meio de técnicas endoscópicas ou guiadas por imagens.

                    

A formação de um cirurgião torácico no Brasil é longa, sendo necessários de 10 a 11 anos. Além dos 6 anos da graduação em medicina, são necessários 2 anos de residência médica em cirurgia geral como pré-requisito, e mais 2 ou 3 anos de residência em cirurgia torácica, sendo o terceiro ano opcional, mais voltado para a parte endoscópica.

O cirurgião de tórax atua tanto em caráter eletivo (cirurgias agendadas em consultório) quanto em situações emergenciais nos pacientes hospitalizados, como por exemplo trauma torácico, pneumotórax e derrame pleural, dentre outros. O dia-a-dia de um cirurgião torácico é bastante dinâmico, repleto de situações críticas ou de alta complexidade.

 

Uma boa interação com outras especialidades como pneumologia, oncologia, radiologia, radiologia intervencionista, e radio-oncologia é fundamental para o êxito no tratamento dos pacientes. Desta forma, a melhor maneira de atuar em cirurgia torácica é sempre manter uma rotina de discussões multidisciplinares, principalmente quando se trata de casos oncológicos.


Para saber mais sobre as doenças tratadas por um cirurgião torácico e quais os tipos de cirurgia realizadas, clique aqui.